Artigos de Zeila Cristina Facci Torezan

Angustia e Contemporaneidade

Em primeiro lugar, o título deste trabalho propõe pensarmos numa certa relevância da angústia nos dias de hoje. Na sequência, evidencia a existência de particularidades da angústia e de suas manifestações na contemporaneidade. Estes dois indicadores podem ser desdobrados na direção de questões e impasses que se impõe ao manejo clínico da angústia na atualidade. […]

Sem Nome

Esboçando este trabalho, relativo ao desanolamento do Cartel sobre a Feminilidade, lembrei-me que elegi o tema em questão quando ouvia o Seminário de Charles Melman no ano passado. Melman falou, em algum momento, a respeito dos desencontros entre homens e mulheres e da impossibilidade de resposta, do lado masculino, à demanda feminina. Naturalmente ele articulou […]

É Possível Responder?

De início, reproduzo para vocês um e pequeno e curioso diálogo entre dois adolescentes: “- Se eu não souber responder, vou chutar em c de Cristo ou d de Deus.” “- E se você estiver em dúvida entre, exatamente, essas duas alternativas?” “- Bom, aí eu vou em c de Cristo, porque d também pode ser […]

O Tacho e a Frigideira

Ao longo deste ano de trabalho, em um dado momento, destacou-separa mim uma colocação do psicanalista Isidoto Vegh, que ouvi na gravação de uma conferência por ele ministrada aqui em Curitiba, algo como: “o analista deve se analisar, e  muito, até o limite do possível, se não, não suporta estar nesta frigideira tantas vezes por […]

Sublimação, Ato Criativo e Sujeito na Psicanálise

Para Isabela e Laura, que já me dedicaram tantas das suas preciosas criações. AGRADECIMENTOS A despeito da solidão necessária nos momentos de estudo, reflexão e criação, uma tese não é produzida sem o auxílio e colaboração, direta e indireta, de muitas pessoas. Expresso minha profunda gratidão por todas elas e de forma particular: ao Prof. […]

Angústia e Sublimação

A sublimação afirma, em seu horizonte, a angústia. A Assertiva de Harari precede sua definição para a sublimação, estabelecida pelo seguinte par de aforismos: se “a angústia é a sem (-φ)”, a “sublimação é a não sem (-φ)” (Harari, 2001, p. 277). Tais formulações sugerem uma proximidade – ainda que demarquem uma essencial diferença – entre […]

Um analista?

Proponho trabalharmos da forma como trabalha um analista, buscando ouvir os desdobramentos possíveis a partir da enunciação do nosso tema de hoje: Um analista? Considero que primeiro podemos ouvir esta questão como a busca de uma definição: Um analista, o que é isso? Ou ainda, para que serve? Também é possível ouvir esta interrogação como […]

Um Ato Analítico, Um Analista

De início, sobre o título deste trabalho, alguém poderia indagar: você não se equivocou na ordem das coisas? Não seria o inverso, um analista, um ato analítico? Afinal, não é necessário haver analista para que o ato se produza? E na sequência, ainda sobre o título, nova objeção poderia ser feita ao artigo um utilizado, […]

O Nome Que Cada Um Faz

Lacan apresenta, neste seminário 23, o Sinthoma como um elemento a mais, além dos três sobre o qual vinha trabalhando até então, a saber: o Real, o Simbólico e o Imaginário. Assim, o Sinthoma é um quarto elemento e é considerado neste seminário como necessário para um bom enlace destas três dimensões, RSI, da nossa […]

Sexo, Sexualidade e Sexuação

A partir da tríade amor, desejo e gozo sobre a qual trabalhamos neste ano na ALPL, elegi como título do texto de conclusão de cartel uma nova tríade: sexo, sexualidade e sexuação. Pretendo fazer um breve percurso sobre cada uma das tríades a fim de produzir uma articulação entre ambas, focando na importância dessa relação […]